Páginas

terça-feira, 29 de dezembro de 2009

Lazarus - Configurando

O Lazarus vem com uma configuração padrão. Mas podemos alterar algumas opções para deixá-lo da maneira que preferirmos. Para fazer essas configurações selecione o menu Ambiente -> Opções. Na árvore de opções à esquerda selecione Cores sob o grupo Editor. Na caixa Esquema de Cores você pode selecionar o esquema desejado. Se estiver familiarizado com o Delphi, pode selecionar essa opção.
Quem utiliza o Delphi sabe que ele remove métodos vazios. Por exemplo, se você colocar um TButton, implementar um evento OnClick e depois remover a implementação, quando você salvar a unit ou compilar o projeto, o método será removido automaticamente. Por padrão o Lazarus não remove os métodos vazios. Para configurar essa opção selecione Características automáticas sob o grupo Editor e desmarque a caixa de verificação Auto remover métodos vazios.
 Durante o desenvolvimento, quando você executa seu programa com F9 por exemplo, e depois o encerra, é mostrada uma mensagem.


Podemos desativar essa janela podemos desmarcar a caixa de verificação Mostrar a mensagem na parada. Esta caixa é encontrada na opção Geral sob o grupo Depurador.

O Editor de Código pode ganhar uma barra de ferramentas muito útil. Para isso devemos instalar o pacote Editor Toolbar, componente que vem junto com o Lazarus. Para instalar esse pacote, selecione a opção Abrir arquivo de pacote (.lpk) no menu Pacotes. Localize o diretório lazarus\componentes\editortoolbar e abra o pacote editortoolbar.

Clique no botão Compilar e depois em Instalar. Sempre que um pacote for instalado o Lazarus é recompilado e reiniciado. Quando precisar instalar um pacote de componentes esse deve ser o procedimento.
Na complementação de código, por padrão, o Lazarus gera código sem espaços antes e depois do operador de atribuição. Em nome da legibilidade e organização do código é preferível que tenha um espaço antes e outro depois do operador. É possível configurar o IDE para fazer isso automaticamente para nós. Selecione a opção Espaço sob o grupo Ferramentas de código. Marque as três caixas de verificação conforme a figura.


Explore as possibilidades do IDE. Deixe o Lazarus do seu jeito.

12 comentários:

Carlos Sérgio disse...

Já adicionei o seu blogger no favorito. Brilhante iniciativa do prof Carlos; é grandioso o uso da internet para fins educacinais.

Manoel Fernando disse...

Professor Carlos, sobre a parte de criação de relatórios, é possivel adicionar alguma biblioteca no lazarus para o desenvolvimento de relatórios?

Professor Carlos disse...

Fernando, junto com a instalação do IDE vem alguns pacotes extras. Só precisa instalar. No caso de relatórios o nome é lazreport. Adicione o pacote existente em \lazarus\components\lazreport\source. Compile e instale da mesma forma que foi feito com o editortoolbar.

Manoel Fernando disse...

Hummm...certo
Consegui!
Valew professor!

Silvio Clécio • Blog disse...

Olá Carlos,

É gratificante ver mais pessoas interessadas em divulgar o Lazarus, a algum tempo (acredito que no final de 2007) eu também iniciei um trabalho assim (http://silvioprog.blogspot.com/), estou sempre atrás de pessoas interessadas em colaborar, e sempre tentando unir todos, um espírito totalmente GPL.

Veja isso depois - [Nossas postagem se batera]; A galera tirou férias, uns viajam... Eu passei o resto de dezembro de 2009 escrevendo, e estou revisando os artigos para publicação, são muitos, e cada um com uma idéia ímpar.

Se você topar parceria, entra em contato comigo.

Abraços,

Silvio Clécio

Mimmy disse...

Muito bom...estou acompanhando!!!

Anônimo disse...

Boa Professor muto boa as dicas ! pessoal aqui de Cuiabá mandou um abraço!

Vinícius disse...

Olá. Estou iniciando no Lazarus e aprendendo muito com seu blog. Parabéns!

Poderia responder a uma pergunta simples?: Se eu quiser enviar um código de um projeto no Lazarus para alguém, sem o executável, quais arquivos (de quais extensões) devo enviar? Pois um simples projeto de um só form cria os seguintes arquivos (exemplo):
fpc-res.or, fpc-res.res, project1.compiled, project1.exe, project1.ico, project1.lpi, project1.lpr, project1.lrs, project1.manifest, project1.o, project1.rc, project1.res, unit1.lfm, unit1.lrs, unit1.o, unit1.pas, unit1.ppu

Obrigado.

Professor Carlos disse...

Obrigado pelo comentário Vinícius. Nossa proposta é contribuir com aqueles que estão iniciando e mesmo aqueles que já tem experiência.
Quanto à sua pergunta: você deve enviar os arquivos que tem extensão .lpi, .lpr, .ico, .lrs, .res, .lfm e .pas. Pra não ter erro, porque até os arquivos .res ele reconstrói, se forem excluidos. Lembre também, que se você usar um componente que não seja nativo, a pessoa que receberá os fontes deve saber disso.

Vinícius disse...

Muito obrigado, Prof. Carlos!

thiago disse...

Professor Carlos, instalei o lazarus 0.9.30 no ubuntu usando o central de programas do ubuntu, mas quando crio um aplicação e crio o menus no form e compilo da o menu nao aparece, como resolve isso.

Professor Carlos disse...

Difícil saber o que está havendo. Tente fazer o menu como nesse post http://professorcarlos.blogspot.com/2010/01/lazarus-criando-menus.html. Se ainda assim não aparecer envie o código para eu dar uma olhada.

 
Creative Commons License
This work by Carlos Alberto P. Araújo is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Compartilhamento pela mesma licença 3.0 Brasil License.